Direitos Autorais

Não reproduza textos, fotos e vídeos deste blog sem autorização da autora.
Mesmo com autorização, se utilizar algum conteúdo, mencione a fonte
e a autoria. Lei 9.610/98.

Translate

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Uma civilização que não respeita a natureza
cava sua própria sepultura!

 Aproveitando a postagem do Ministério Público Federal, vou dar meus pitacos a propósito do Dia do Meio Ambiente.
Está mais do que na hora de sairmos às ruas, para exigir que nossos espaços arborizados sejam mantidos intactos na cidade de Santos.
Basta de edifícios gigantescos!
Temos direito de continuar vendo o céu, de desfrutar dos benefícios que as árvores nos concedem, de garantir o pouco que nos resta de vegetação e fauna.
Temos direito de continuar ouvindo o canto dos passarinhos, de ver o colorido de suas plumagens, os voos das borboletas e das libélulas (ou lavadeiras) e muitas e outras tantas belezas.
Que saudade dos ativistas ambientais que havia em Santos nos anos 1980.
Saudade de gente do quilate de Ernesto Zwarg, que mobilizou a população da Baixada Santista, com eco internacional, contra a construção de uma usina nuclear em Peruíbe.
Que tal batermos panelas contra a especulação imobiliária que nos rouba o pouco que resta da Mata Atlântica, uma joia que a natureza nos deu sem cobrar um tostão?
Uma civilização que não respeita a natureza cava sua própria sepultura!

Nenhum comentário: