sábado, 15 de setembro de 2012

"Apenas um navio" sob a óptica de Atanes

Meu poema Apenas um navio, que escrevi em 1982 e inseri em meu livro Raul Soares, Um Navio Tatuado em Nós (Pioneira/Uniceb, 1995), foi comentado por Alessandro Atanes em agosto. No site da Revista Pausa, a publicação data de 24 de agosto e tem como título Apenas um navio: poesia em estado de exceção. Na página Porto Literário do site Porto Gente, em 23 de agosto,  a análise de Atanes foi intitulada Golpe: poesia da exceção.

Nenhum comentário: