quinta-feira, 16 de junho de 2011

Eclipse põe um coração na Lua

Só me lembrei de olhar para o céu, ontem, por volta das 18h45.
Perdi o início do eclipse, mas ainda pude testemunhar por algum tempo uma imagem inusitada.
A sombra provocada pela Terra, que ficou exatamente entre a Lua e o Sol, dava ao nosso satélite um formato de coração.
O cenário não podia ser melhor. Noite de brisa gelada.
Registrei algumas imagens. Veja o filme.
A trilha sonora para o fenômeno poderia ser O Luar, de Gilberto Gil, ou Canto Lunar, de Denise Emmer, ou A Lua, com MPB4.

Um comentário:

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Bacana demais, Lídia. Muito bom. Aproveito pra agradecer a visita ao meu espaço. Um grande abraço!