Direitos Autorais

Não reproduza textos, fotos e vídeos deste blog sem autorização da autora.
Mesmo com autorização, se utilizar algum conteúdo, mencione a fonte
e a autoria. Lei 9.610/98.

Translate

sábado, 27 de agosto de 2011

Há 31 anos, bomba matava secretária da OAB

Em 27 de agosto de 1980, três bombas explodiram no Rio de Janeiro.
Uma dessas bombas foi lançada na sede da Ordem dos advogados do Brasil (OAB) e matou a secretária Lida Monteiro da Silva.
Uma outra explosão se deu no gabinete do vereador carioca Antônio Carlos de Carvalho. Seis pessoas ficaram feridas.
No jornal Tribuna Operária, também na Cidade Maravilhosa, a bomba danificou as instalações do prédio onde estava instalado o periódico.
O motivo das detonações?
Naquela época, o Brasil ainda vivia sob o regime de ditadura militar, mas o processo de reabertura política começava a se desenhar nos bastidores.
Forças de direita favoráveis à manutenção do regime de exceção promoviam atentados para intimidar as institituições que apoiavam a volta da democracia.
Essas forças queriam provar que o País não estava preparado para a liberdade.

(Fonte: Banco de Dados da Folha de S. Paulo e meu livro Raul Soares, Um Navio Tatuado em Nós)

Nenhum comentário: