Direitos Autorais

Não reproduza textos, fotos e vídeos deste blog sem autorização da autora.
Mesmo com autorização, se utilizar algum conteúdo, mencione a fonte
e a autoria. Lei 9.610/98.

Translate

terça-feira, 15 de março de 2016

Como conjugar o verbo haver sem errar

Para o pessoal que gosta de saber regras e para aqueles que têm dúvidas.
O verbo "haver", no sentido de "existir, acontecer ou ocorrer", é sempre utilizado na terceira pessoa do singular, independentemente do tempo, modo ou forma.
Jamais se deve dizer, por exemplo, "Houveram muitas situações". O correto é: "Houve muitas situações". "Há muitos casos". "Havia muitas reclamações". "Vai haver muitas contestações". "Poderá haver muitas queixas".
O verbo "haver" é conjugado quando está na função de auxiliar: "Os funcionários receberam abono, porque haviam feito hora extra". (Nessa frase, "haver" é auxiliar de "fazer").
Quando tem outros sentidos (que não sejam "existir", "acontecer" e "ocorrer"), ele também é conjugado. Esses sentidos são pouco usuais, mas na área de Direito costumam aparecer.
Fique atento.

Leia mais sobre a conjugação do verbo haver  no artigo "Emprego do verbo 'haver', no sentido de 'existir', 'ocorrer' e 'acontecer', exige atenção", publicado no blog Prosa Linguística, onde escrevo especificamente sobre questões linguísticas. 

Nenhum comentário: