Direitos Autorais

Não reproduza textos, fotos e vídeos deste blog sem autorização da autora.
Mesmo com autorização, se utilizar algum conteúdo, mencione a fonte
e a autoria. Lei 9.610/98.

Translate

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Música "Alouette", de Denise Emmer,
retrata o amor de Romeu e Julieta

Na Cena V de Romeu e Julieta, de William Shakespeare, a jovem e bela filha dos Capuletos tenta impedir que seu amado, da família Montecchio, arqui-inimiga da sua, parta para o exílio e a deixe só em seu quarto, depois de terem se casado secretamente e vivido uma noite de amor.
Quando Romeu desperta com o canto de um pássaro, Julieta insiste que o gorjeio fora de um rouxinol. Ela argumenta que todas as noites a ave canta na romãzeira do jardim. Romeu rebate: "Era a cotovia, mensageira da aurora, e não o rouxinol".
O jovem amante, que se esconde da guarda, mostra que a claridade já aponta no horizonte. Ela nega que aquela luz longínqua anuncie o raiar do dia.
Essa passagem do trágico romance do casal de Verona é retratada na música Alouette, da compositora e escritora Denise Emmer, filha de Janet Clair e Dias Gomes. A letra da canção, tema da novela Pai Herói, da Rede Globo, foi escrita em francês.
Sem mencionar os personagens shakespearianos, a música fala de um amor que está além do entendimento do mundo. Os indicativos de que se trata do diálogo entre Romeu e Julieta são: o título que, na tradução do francês para o português, significa cotovia; a menção ao rouxinol; a citação de que a noite ainda reina, como forma de argumento para que ele não se vá; e a menção à claridade do dia.
A letra é uma intertextualidade bastante poética, mas, mesmo conhecendo a obra de Shakespeare, nem todos fazem a associação imediata entre a música e a peça, que foi representada pela primeira vez em 1596.
Ei-la com a tradução:

Alouette (Cotovia)


Mon amour (Meu amor,)
Je vois la lune briller ( eu vejo a lua brilhar)
Pourquoi tu vas maintenant partir? (Por que você vai partir agora?)
Là-bas la nuit encore (Ali adiante a noite ainda)

C'est la reine du monde (é a rainha do mundo)
Reste plus une seconde  (Fique mais um segundo)
Reste plus une seconde  (Fique mais um segundo) 
Viens avec moi    (venha comigo)

La lumière du jour (A luz do dia)
Nous découvrira     (nos descobrirá)
et seulement la nuit nous cachera (e somente a noite nos protegerá)
C'est l`amour impossible (É o amor impossível)

Que le monde n'entend rien (sobre o qual o mundo não entende nada)
Reste plus un moment, reste plus un moment (fique mais um momento, fique mais um momento)
Reste avec moi (fique comigo.)
Alors tu t'es trompé (Então, você está enganado) 

Il a eté le rossignol (Foi o rouxinol)
Qui t'a fait réveiller (que o fez despertar)
Mais non l'allouette (mas não a cotovia)
Que porte pour nous le jour (que traz para nós o dia)

Reste plus une seconde (Fique mais um segundo)
Oublie le monde, (Esqueça o mundo)
Viens avec moi. (Venha comigo)

4 comentários:

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Oi, Lídia. Eu conhecia a música - aliás, belíssima - e também sabia da ascendência ilustre da autora. Mas não tinha ideia da alusão a Romeu e Julieta. Lídia é cultura! Um beijo pra você.

Joao Roberto Almeida e Silva. disse...

Lídia,vc me informou que a autora desta belíssima canção é brasileira. Estou orgulhoso.Alem, que retrata cenas de shakespeare.Denise se eternizou nesta cançã, pelo que Parabénizamos pela obra.

Lidia Maria de Melo disse...

João Roberto, grata pelo comentário. Realmente é uma música belíssima.

Admin disse...

De fato uma música para eternidade linda

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...