sábado, 30 de abril de 2011

Abraço

              Lídia Maria de Melo
Às vezes
as palavras me pregam uma peça
e fico muda
para meus sentimentos.
O único jeito é sentir
silenciosamente
como quando ouço
as pancadas de teu coração ansioso.

Um comentário:

Eunice Bemfica disse...

Esse poema foi a primeira coisa que li, neste sábado enfeitado pelo sol de outono. Muito bom acordar assim!