Direitos Autorais

Não reproduza textos, fotos e vídeos deste blog sem autorização da autora.
Mesmo com autorização, se utilizar algum conteúdo, mencione a fonte
e a autoria. Lei 9.610/98.

Translate

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Ferreira Gullar fala sobre o Chile

É de Ferreira Gullar o trecho do poema que escrevi com tinta amarela, em 1984, na parede da classe em que eu estudava jornalismo. ''Há muitas armadilhas no mundo e é precio quebrá-las''.
É de Ferreira Gullar o poema Traduzir-se, que Fagner musicou e gravou com Nara Leão. Eu gostava de cantar essa música e ainda gosto. ''Uma parte de mim é todo mundo...''
Hoje, ouvi entrevista de Ferreira Gullar a Geneton Moraes Neto sobre o Chile de Salvador Allende, o Chile da ditadura de Augusto Pinochet e o Chile atual, de Michelle Bachelet/Sebastián Piñera. Um grande poeta falando a um grande repórter. (É de Geneton o livro que estou lendo agora: Dossiê Gabeira, o filme que nunca foi feito).
No Dossiê Globo News, a fala do poeta, o pensamento do poeta, a inteligência do poeta, o sentimento do poeta, a transcendência do poeta.

Um comentário:

Luiz Gomes Otero disse...

Bela citação de Ferreira Gullar
Em tempo: publicaram a matéria sobre Santos e a música no caderno de aniversário. Lei a e depois comente o que achou.
Farei uma postagem a respeito no meu blog em breve.
abs