Direitos Autorais

Não reproduza textos, fotos e vídeos deste blog sem autorização da autora.
Mesmo com autorização, se utilizar algum conteúdo, mencione a fonte
e a autoria. Lei 9.610/98.

Translate

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Sumiço?! Que bobagem! Belchior foi ao Jô!


Que bobagem é essa de o Fantástico informar que Belchior sumiu há dois anos?
No dia 12 de setembro de 2008, ele foi entrevistado pelo Jô Soares na própria Rede Globo!
Não acredita? É só acessar o site do Programa do Jô.
O cantor e compositor cearense, natural da cidade de Sobral, divulgou o novo CD intitulado Sempre, sentado no sofá do Jô. O trabalho, segundo ele, reunia antigos sucessos e canções recentes.
Com seu eterno bigodão e cabelo semilongo liso, com franjão aberto ao meio, Belchior cantou trechos de Medo de Avião, Apenas um Rapaz Latino-americano e Divina Comédia Humana.
Abriu o programa, interpretando Como nossos Pais. Finalizou, com Velha Roupa Colorida. Essa música, por sinal, tem uma metáfora perfeita: ''E o passado é uma roupa que não nos serve mais''. Ele trajava camisa branca.
Também falou sobre sua atividade como pintor. Ele fez 31 retratos do poeta Carlos Drummond de Andrade e musicou número igual de poemas do mineiro de Itabira.
No mesmo programa, Jô Soares entrevistou os atores Reynaldo Gianecchini e Camila Morgado, que divulgaram o espetáculo Doce Deleite. Ela parecia apaixonada pelo ex-marido de Marília Gabriela. Ele, mais interessado em imitar o sotaque carregado de quem nasce em Birigui, como ele.
Após tantos detalhes, resta uma questão: será que a equipe do Fantástico não teve tempo de pesquisar os arquivos da própria Rede Globo? Ou será que isso é teaser, um recurso de marketing para chamar a atenção sobre algum produto, campanha publicitária ou programa que será lançado no mercado?
O Jornal da Tarde já chegou a utilizar essa técnica para atrair o leitor, por dias e dias, antes de Mick Tyson voltar a lutar, após período na prisão, nos anos 90.
Que jornalismo estranho terá sido esse do Fantástico?

2 comentários:

Luiz Gomes Otero disse...

Esta foi uma falha, digna da Divina Comédia Humana que o proprio cantou. Talvez seja estranho deixar dois carros abandonados nos estacionamentos. Mais parece mesmo uma jogada de marketing, daquelas que nem o Coronel Tom Parker (empresário de Elvis Presley) conseguiria imaginar. No entanto, essa coisa toda serviu prá lembrar que faz 30 anos da gravação do genial LP que contém o hit Medo de Avião. Talvez faça algo a respeito.

Rodrigo Azevedo disse...

Foi exatamente o que pensei! Assisti essa entrevista do Belchior ao Jô Soares. Fiquei intrigado. Nâo parecia que eu e a tinha visto há mais de dois anos! Mistério esclarecido. Mas intrigante mesmo é a matéria. Beijos!